Ke$ha fala de música sobre ‘morrer jovem’: ‘Fui obrigada a cantar’

A cantora americana Ke$ha se apresenta no programa "Today", da rede americana NBC nesta terça-feira (20) (Foto: Reuters/Brendan McDermid)

Após as rádios americanas começarem a ignorar “Die young”, Ke$ha resolveu se justificar. “Eu entendo. Eu não queria cantar aquela letra e fui obrigada a cantar”, escreveu a cantora em seu Twitter. “Eu peço desculpas se alguém foi afetado pela tragédia. Eu sei que minha música agora é inapropriada”, completou. As declarações foram dadas após polêmica com o massacre que aconteceu na sexta-feira (14) em Newtown, no estado americano de Connecticut, quando um atirador abriu fogo contra várias crianças em uma escola, deixando 26 mortos.

De acordo com o TMZ, a canção (lançada como single em setembro de 2012) alcançou o terceiro lugar nas rádios do país na sexta-feira, chegando a 167 milhões de ouvintes ao redor dos Estados Unidos. No dia seguinte, o número total caiu em 3 milhões.

No domingo, 148 milhões de pessoas estavam ouvindo o single, uma queda muito grande em tão pouco tempo, segundo um especialista do site. De acordo com ele, a última vez que algo do tipo aconteceu foi quando as músicas do Dixie Chicks foram banidas das rádios após elas criticarem o então presidente americano George W. Bush.

Anúncios

Obrigado por comentar!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s