Dani Calabresa diz que quer ser mais vista e escapar do aluguel

 

20130131105108703094a

“Me perguntam se mudei de emissora por dinheiro. Não, né? Ou teria saído antes”, ela disse ao UOL.

Uma funcionária da Band entra no camarim. Dani precisa visitar o departamento de RH (Recursos Humanos) da empresa. Estima-se que o salário da ex-VJ da MTV saltou de R$ 10 mil mensais na antiga emissora para pelo menos R$ 30 mil no “CQC”, fora o que ela pode ganhar com “merchandising” –pelo menos o dobro depois de algum tempo.

Dani volta com um figurinista. Ele segura um vestido vermelho que será provado para uma cena em que a humorista imitará a socialite Narcisa Tamborindeguy, do “Mulheres Ricas”. A roupa precisa de ajustes -o decote revela o sutiã preto e a abertura da saia é muito grande. “Acho que deveria ser longo. Mas, se vocês quiserem que fique pelada, quem sou eu para falar…”, diz.

Já vestida, pega uma echarpe para simular glamour. “Estrela, eu? ‘Magina'”, diz, fazendo caras e bocas para a câmera. “Isso é para a Sabrina Sato, que é uma linda. Vou ralar para que as 17 pessoas que viam o ‘Furo MTV’ pensem: ‘Olha, que saudades, ela ainda está viva’.”

Antes de se trocar mais uma vez e vestir o terninho preto que é o uniforme do “CQC”, abre o banheiro do camarim. “Melhor ver, né? Vai que tem uma panicat pelada aqui com tudo de fora!”

“Toda vez que tive vontade de sair da MTV era para ser mais assistida”, segue a humorista. “Fizemos um trabalho incrível lá. As pessoas podem conhecer um vídeo, uma música ou outra do Adnet. Bombava na internet. Mas ele fazia isso todo dia. E dava 0.2, 0.3 ponto no Ibope. Dá vontade de ser mais visto, sabe?”

As propostas para mudar de rede eram rotina na vida do casal. “Com a graça do Senhor! Pouca gente sabe: antes da MTV, eu tinha feito teste para o ‘Zorra Total’  e fiz reportagens para o ‘Pânico’ da RedeTV! na época.”

O primeiro trabalho dela na TV foi no SBT, para onde migrou depois de uma experiência no teatro. Fazia esquetes no programa “Sem Controle” e interpretava uma empregada doméstica que comentava notícias num quadro do “Ratinho”.

“O SBT é a Disneylândia do Silvio Santos. Ele parece o prefeito de uma cidadezinha do interior”, diz. “Certo dia, estava me maquiando quando avisaram que o programa tinha acabado, junto com outros seis. O Silvio tinha mandado tirar do ar!”

“Quando a MTV me chamou, fiquei muito feliz. Sempre senti que lá teria liberdade. Os apresentadores usam o linguajar do dia a dia. Eu não queria mudar o meu jeito. Tinha que estar lá para aprender, arriscar e testar.”

Os rumores de que a rede do Grupo Abril estaria à venda não apressaram a mudança do casal.

“Essas histórias existem desde o dia em que a gente entrou lá. Já em 2008 falavam que a MTV estava mal das pernas”, diz Calabresa.

Agora é cada um para o seu lado. Ela fica em SP. Ele, na Globo, no Rio, onde será protagonista de uma série de Fernanda Young e Alexandre Machado. “Sentimos saudades por não estarmos perto todos os dias. Estamos juntando milhas para nos vermos no fim de semana. Ainda trabalharemos muito juntos. Peça, filme. E na TV. São dois anos de contrato meu aqui e dois dele na Globo. Depois a gente se cruza.”

“Ele fez certo ao ir para a Globo”, segue ela. “E entendeu que eu queria arriscar na Band. Ainda quero trabalhar com a Fernanda Young e com o Alexandre Machado. Fomos na casa deles ler o texto da série, ela toda branca, com a boca vermelha. O Alexandre é hilário. Se botassem câmera, você parava de assistir ao ‘Big Brother’, diverte-se.

Calabresa diz que também recebeu convites da Globo. Em 2012, disse não ao “Casseta & Planeta Vai Fundo”, que foi cancelado no fim do ano pela baixa audiência.

“Gosto da Globo. Mas nunca me vi fazendo meu humor lá. Os programas de que mais gostei, ‘Os Normais’ e ‘Sai de Baixo’, passaram e não veio nada parecido. Na Band tem o ‘CQC’, depois chegou o ‘Pânico’, o ‘Agora é Tarde’, do Danilo Gentili, meu amigão de Santo André.”

“Não vim para fazer um humor pesado. Mas obviamente em algum momento alguém vai ficar chateado. Aí, peço desculpas”, afirma. Políticos não estarão na mira. “Sou ‘bicha’ mesmo. Política e futebol não me apetecem.” Diz que faz “humor para debochar de tudo e de todos, de mim. Se entrar alguém aqui e disser que está magoado comigo, choro. Sou goiaba.”

Tatá Werneck, outra estrela da MTV, também abandonou o canal. Vai fazer novela na Globo. “Pois é! Ela não tinha nada que sair. Por que não ficou na MTV?”, brinca Calabresa. Ela nega rivalidade com a ex-colega. Diz que as duas são como “Ivete Sangalo e Claudia Leitte. Elas não trabalham juntas, mas tenho certeza que se cumprimentam quando se encontram.”

Com seu salário turbinado na Band e os dividendos do marido global, deve finalmente deixar de morar de aluguel. “Estamos esperando passar a porra dessa Copa e a Olimpíada porque está tudo muito caro. Um banheiro custa R$ 1 milhão. Acabamos de trocar de canal. Daqui a uns anos você me pergunta e vamos falar: ‘Estamos maravilhosos’.”

Anúncios

Obrigado por comentar!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s