Termômetro Musical: Mariah Carey feat. Miguel – #Beautiful

Por: POPLine

image

Goste quem gostar: Mariah
Carey é, definitivamente,
um dos maiores nomes femininos da história no
cenário musical.

Aspectos qualitativos deixados de lado, a americana emplacou
hits quevpermanecerão na
história e nos shows de
calouros enquanto os mesmos
existirem.

O grande desafio de Mariah é
conseguir manter-se nos charts
desde que entrou na casa dos
quarenta anos de idade. Se aos
trinta e poucos a missão já era
árdua, atualmente, sem o aroma da juventude ou o ar de novidade, a situação é cada dia mais complicado.

A artista poderia cair no óbvio e no ridículo e resolver convidar nomes teens do momento para sugar suas respectivas jovialidades, gravando canções completamente incondizentes com seu histórico musical para tentar sobreviver, como é feito por muitos nomes da realeza pop (inclusive pela própria Mariah em outros verões).

Entretanto, o cenário encontrado é bem diferente: o ponto mais curioso da sutil renovação da imagem de Mariah Carey é a desnecessária inserção de uma hashtag (#) no título do single, numa estranha tentativa de talvez aproximá-la da nova geração tweeteira.

A produção de “#Beautiful” é
impecável. Os acordes sorrateiros de guitarra, o baixo entoado de forma ‘suja’, as notas preguiçosas belamente tiradas em violão. Tudo isso auxilia a boa combinação de vocais obtida com a a parceria em questão.

“#Beautiful” acerta na mosca
mesmo sem querer acertar: o
grande trunfo do single é,
acreditem, não parecer um single de Mariah Carey. A produção, a sonoridade, o arranjo, os vocais: nada tem a cara da cantora. Tudo remete ao convidado Miguel, que rouba a cena e vai de participação
especial a protagonista da gravação.

A única coisa do trabalho que é a
cara da loira é o insosso videoclipe: esse sim, é Mariah Carey do começo ao fim.

Definitivamente, “#Beautiful” é um acerto como canção. A grande questão que fica é o fato da produção, apesar de eficiente, ser completamente esquecível. O single, apesar de potencial para fazer algum barulho, tem tudo para cair rapidamente no esquecimento do público.

image

Mariah Carey sendo ela mesma no
videoclipe de “#Beautiful”.

Thyago Myron

Anúncios

Obrigado por comentar!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s